História..

26 de Outubro de 2004 - 16:20

Símbolos da Cidade

Conheça a simbologia do brasão e da bandeira paulistana


BRASÃO

A história do símbolo começa em 1916, quando o então prefeito Washington Luís Pereira organizou um concurso para criação do brasão. O ganhador foi o jovem poeta Guilherme de Almeida, recém-formado em Direito, que levou o prêmio de 2 contos de réis, o equivalente hoje a R$ 6.448,00. Guilherme contou com a ajuda de José Wasth Rodrigues para desenha-lo em 1917.

O brasão é formado por um escudo com um braço empunhando a bandeira da cruz de malta (símbolo da Ordem de Cristo) usada pelos navegantes portugueses simbolizando a fé cristã. Sobre ele, há uma coroa, também uma alusão ao governo lusitano. As laterais são adornadas por ramos de café. A divisa Non ducor duco quer dizer “Não sou conduzido, conduzo”, e valoriza a independência das ações desenvolvidas pela cidade e seu papel de liderança no Estado e no país. Foi oficializado em 8 de Março de 1917.


BANDEIRA

A bandeira paulistana é branca, traz a Cruz da Ordem de Cristo em vermelho e ostenta o brasão do município no centro.

O branco simboliza a paz, a pureza, a temperança, a verdade, a franqueza, a integridade, a amizade e a síntese das raças. O vermelho simboliza a audácia, a coragem, o valor, a galhardia, a generosidade e a honra. A cruz evoca a fundação da cidade. O círculo é o emblema da eternidade afirmando a posição de São Paulo como capital e líder de seu estado.

Foi instituída pelo prefeito Jânio Quadros em 6 de março de 1987. Antes dela, a bandeira era toda branca com o brasão da cidade

+ Confira outras notícias no Portal da Prefeitura de S.Paulo

+ Sobre a notícia

Abaixo você tem informações complementares sobre a notícia ao lado, navegue pelos itens para saber mais.