Urbanismo..

24 de Outubro de 2004 - 19:19

Fundação paulistana de educação e tecnologia

Faculdade Paulistana de Saúde Pública e Escola Técnica de Saúde Pública - Cidade Tiradentes


Início de funcionamento em 2005, com 800 vagas (400 no primeiro semestre e 400 no segundo).

Cursos de nível técnico:

· Farmácia (80 vagas em cada semestre – 40 no período matutino e 40 no vespertino);
· Análises Clínicas (80 vagas em cada semestre – 40 no período matutino e 40 no vespertino);
· Higiene Dental (80 vagas em cada semestre – 40 no período matutino e 40 no vespertino);
· Serviços de Saúde (80 vagas em cada semestre – 40 no período matutino e 40 no vespertino).

Cursos de nível superior:

· Gestão em Informação de Saúde (40 vagas em cada semestre – período noturno);
· Gestão em Serviços de Saúde (40 vagas em cada semestre – período noturno).

Serão oferecidas 80 vagas no ensino superior (Gestão de Serviços de Saúde e Gestão da Informação em Saúde) e 320 no ensino técnico (Farmácia, Análises Clínicas, Serviços de Saúde e Higiene Dental). O sistema de acesso é aberto a todos os interessados nos cursos acima. No entanto, serão privilegiados os estudantes egressos da rede pública de ensino, especialmente, aqueles oriundos de escolas públicas da Zona Leste.

O sistema de pontuação será o seguinte:

· até 100 pontos na prova múltipla escolha e redação;
· 15 pontos adicionais para o aluno que cursou os 3 últimos anos em escolas da rede pública;
· 15 pontos adicionais para o aluno que cursou os 3 últimos anos em escolas da rede pública da Zona Leste
Os alunos farão estágio nas unidades do Sistema Único de Saúde (SUS) na Zona Leste, incluído o Hospital Cidade Tiradentes, em construção ao lado da Faculdade. Os estudantes serão formados para o atendimento em Saúde Pública, combatendo a dificuldade do SUS em fixar profissionais de qualidade nas regiões periféricas.

No desenvolver das atividades, estão previstas cursos de extensão comunitária voltados para a população local, visando a resolução das necessidades demandadas. Por outro lado, também serão oferecidos cursos de pós-graduação, com ênfase inicial em especialização. Para o futuro, será criado um centro de pesquisa.

A biblioteca será outro diferencial, pois será inicialmente dotada de um acervo de cerca de 4 mil livros, periódicos e videoteca especializada em Saúde Pública. Os laboratórios de ensino dos cursos foram planejados por especialistas e estão organizados dentro de padrões internacionais, com material e equipamentos de primeira qualidade. O laboratório de informática terá um computador por aluno.

Os recursos para implantação da Faculdade e da Escola Técnica foram garantidos por convênios com o CEFET e o Ministério da Educação. Importante que o munícipe saiba que os recursos não foram extraídos da receita da Secretaria de Educação.

Leia mais:

- A fundação
-
Conceitos inovadores
- Próximas unidades de ensino
- Íntegra da lei que institui a fundação
- Decreto que regulamenta a fundação
- Galeria de fotos



+ Confira outras notícias no Portal da Prefeitura de S.Paulo

+ Sobre a notícia

Abaixo você tem informações complementares sobre a notícia ao lado, navegue pelos itens para saber mais.